Fale Conosco 

Implantado em caráter experimental, o denominado Cembrapedia, a saber, uma sistemática que permitiria aos interessados pelo mar o esclarecimento de eventuais dúvidas sobre os assuntos tratados em cada capítulo da publicação "O Brasil e o mar [ ...], não recebeu o interesse esperado. Assim, ora descontinua-se o Cembrapedia, como inicialmente formulado, o que não significa, porém, maior dificuldade à comunicação com o Cembra, para qualquer fim, incluindo a apresentação de críticas, comentários e sugestões  - todos sempre bem-vindos - utilizando a aba "Fale conosco". 

 

NOVO!

Novo endereço da Secretaria do Cembra.

Após vários anos funcionando provisoriamente no ECENTEX, a Secretaria do Cembra foi transferida para as dependências da Diretoria de Hidrografia e Navegação, à Rua Barão de Jaceguai, s/nº - Ponta da Armação, 24048-900 - Niterói, RJ. Telefone: (21) 2189-3511. E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

 Na oportunidade, é reiterado o agradecimento pela gentil acolhida proporcionada pelo ECENTEX durante todo esse período.

.................................................................................................


 

Admissão do Almirante-de-Esquadra Marcos Augusto Leal de Azevedo no Cembra e sua indicação como Coordenador Executivo

              No último dia 17 de julho, na 7ª Assembleia Geral do Cembra, o Alte. Marcos Augusto Leal de Azevedo foi admitido, formalmente, no Cembra e aceitou o convite para assumir as funções de Coordenador Executivo, em substituição ao Alte. Luiz Philippe da Costa Fernandes, que solicitara seu afastamento, após quase cinco anos de exercício no cargo. Como pode ser abaixo comprovado, à vista do CV resumido do Alte. Leal, trata-se de pessoa especialmente talhada para exercer a coordenação de nosso Centro de Excelência.

               Marcos Augusto Leal de Azevedo – Nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em  8 de setembro de 1940. Graduado Guarda Marinha em janeiro de 1961, foi promovido a Almirante-de-Esquadra em 25 de novembro de 1999. É aperfeiçoado em Hidrografia. Especializou-se em Oceanografia Física no Instituto Hidrográfico de Portugal e, posteriormente, com o Curso Avançado de Oceanografia Física, patrocinado pela UNESCO, no Rio de Janeiro. Na Marinha do Brasil exerceu, entre outros, os seguintes cargos: Imediato do Navio Oceanográfico “Almirante Saldanha”; Comandante do Navio Oceanográfico “Almirante Câmara”; Secretário-Adjunto da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar; Adido Naval no Chile; Diretor de Hidrografia e Navegação; Secretário-Geral da Marinha e Chefe do Estado-Maior da Armada. Como Oficial hidrógrafo realizou serviços hidrográficos nos rios Amazonas, Paraná, Paranaíba, Grande e Tietê e em águas dos Estados do Amapá, Maranhão, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Participou de serviços oceanográficos no arquipélago de Açores e em águas do Oceano Atlântico ao largo da América do Sul, desde o Suriname à Argentina. Nos períodos de 1980-84 e 1986-87, presidiu o Comitê Assessor de Oceanografia do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Foi Delegado do Brasil em reuniões do “Bureau” Hidrográfico Internacional (Mônaco, Monte-Carlo) e em diversas reuniões da Assembleia e do Conselho Executivo da Comissão Oceanográfica Intergovernamental (Unesco, Paris). Em 1999, foi eleito Vice-Presidente daquela Comissão, sendo reeleito em 2001. Em janeiro de 2003, foi nomeado Ministro do Superior Tribunal Militar, cargo que desempenhou até julho de 2010. Assumiu as funções de Coordenador Executivo do Centro de Excelência para o Mar Brasileiro (Cembra)em 17 de julho de 2014.

Na ocasião, foi ainda manifestado o reconhecimento do Cembra ao Alte. Costa Fernandes, pela sua dedicada atuação durante o período que coordenou as atividades do Centro de Excelência.

........................................................................................................... 

 

Fotografias sobre o Seminário sobre Submersíveis (18/06/14)

Veja, na aba "Galeria de Fotos", um levantamento completo de todas as fases do Seminário

sobre Submersíveis, incluindo a constituição da mesa de abertura, as boas vindas, a abertu-

ra formal,  a apresentação das palestras, as mesas constituídas ao final de cada painel e os

debates ocorridos, a retrospectiva, o encerramento e o congraçamento final.

............................................................................................................

Seminário sobre submersíveis - Desbravando o Mar Brasileiro, 10-11 ABR p. p.

Retirado o banner sobre o assunto deste site, o assunto foi expandido em uma nova aba intitulada "Seminá-

rio Submersíveis". Nela, os interessados encontrarão notícia sobre: os antecedentes à decisão de realizá-lo;

seu propósito; as atividades principais de um Comitê de Organização, criado no âmbito do Cembra para 

ocupar-se diretamente do evento, que teve substancial apoio de Oficiais e Funcionários Civis de várias

Organizações da Marinha; a programação estabelecida, onde podem ser acessadas as palestras apresen-

tadas; a avaliação de resultados e conclusões e uma sugestão decorrente, encaminhada à Cirm. A matéria,

ao final, apresenta os devidos agradecimentos e, como observação final, aventa a realização futura de um

II Seminário sobre Submersíveis.

Continua possível o acesso ao Seminário e às palestras nele proferidas a partir do site: www.cembra.org.br/seminario. 

..........................................................................................................................................

Posse do novo Representante da Coppe no Cembra

No dia 4 de janeiro p. p., por ocasião da realização da 6ª Assembleia Geral do Cembra, o Professor Doutor Theodoro Antoun Netto tomou posse como Representante do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ), Parceiro Fundador do Cembra,  após afastamento do Prof. Segen Farid Estefen  que, como é sabido, assumiu a diretoria geral do Instituto Nacional de Pesquisas Oceânicas e Hidroviárias, em Brasília.  

O Prof. Theodoro é é o atual coordenador do Programa de Engenharia Oceânica da Coppe/UFRJ e pesquisador ativo em temas referentes à Engenharia Submarina. O  Diretor de Hidrografia e Navegação, Vice-Almirante Antônio Reginaldo Pontes Lima Junior. apresentou as boas vindas formais do Cembra ao novo Representante do influente Parceiro Fundador,

  .......................................................................................................................................

  Veja em Textos de interesse:

  a) o artigo intitulado Future of AUVs in Brazil, de autoria de Claudio Paschoa (SeaCurrents, 30 May 2012)

  b) alvissareira notícia para o País em Brasil pede licença para explorar minérios no Atlântico Sul o Governo acaba de encaminhar à Autoridade Internacional dos Fundos Marinhos (AIFM/ONU), responsável pelo controle da exploração da “Área” (conceituada pela CNUDM como significando o leito do mar, os fundos marinhos e o seu subsolo, além dos limites jurisdicionais da cada país), uma solicitação inédita para desenvolver pesquisas de mineração em área com cerca de três mil quilômetros quadrados no Atlântico Sul,  a mais de mil quilômetros da costa brasileira, região conhecida como  “Elevação do Rio Grande”,  onde foram identificadas crostas cobaltíferas, com manganês e ferro. Para tal, o País comprometeu-se a investir US$ 11 milhões, em cinco anos, na exploração de tal área internacional. O fato coloca o Brasil como pioneiro, nas Américas, em relação à exploração de minérios na “Área”, nos termos da CNUDM (os  EEUU  não são signatários da Convenção); e 

  c) notícia sobre megalicitação da Marinha referente à implantação do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul (SisGAAz). O SisGAAz, avaliado em cerca de US$ 10 bilhões, compreende a instalação e operação de uma extensa rede de sensores terrestres, marítimos e espaciais visando a proteção da riqueza marítima do País, leia-se, com ênfase, mas não exclusivamente, o pré-sal.  

....................................................................................................................................

Cembra no facebook!

A partir do dia 27 de setembro p.p., a página do Cembra passou a constar do facebook.(https://www.facebook.com/cembra.org?ref=ts&fref=ts#!/cembra.org?fref=ts)

Para quem preferir digitar na busca do Facebook, o endereço da página é CEMBRA.

..................................................................................................................................

Apresentação sobre o recém criado Instituto Nacional de Pesquisas Oceânicas e Hidroviárias (Inpoh)

Em “Textos de interesse” foram incluídos slides com informações sobre: Estrutura, Principais atividades previstas, Indicação dos Associados Fundadores, Composição prevista para o Conselho de Administração e o Conselho Científico e Etapas a vencer, base de apresentação feita por ocasião da 34ª CE, pelo Prof. Segen F. Estefen, designado Diretor Geral provisório de tal Órgão. Agradece-se ao Prof. Segen o gentil oferecimento que proporcionou a seus companheiros do Cembra o conhecimento das primeiras iniciativas do Inpoh, em sua fase de estruturação e renovam-se os votos de que, no menor espaço de tempo possível, o novel Instituto venha a desenvolver, a pleno,  as importantes atividades que lhe são previstas, no cenário oceanográfico/hidroviário nacional

 ................................................................................................................................

 Veja, na aba "Textos de interesse", a reprodução do ensaio intitulado “A nova fronteira: o Mar Profundo”, publicado na Revista Economia e Energia, distribuída por ocasião do seminário “Rotas para a Vanguarda”. De autoria  de Carlos Feu, de Leonam dos Santos Guimarães e de Luiz Philippe da Costa Fernandes (o primeiro autor e o terceiro integrantes do Cembra). No momento em que adquirem realce as atividades nos fundos marinhos, a obtenção de submersíveis  para atender às necessidades do País  ligadas à exploração de petróleo e de minerais, à pesquisa, à pesca, à arqueologia marinha e a fins militares, parece constituir-se a “nova fronteira”  a desbravar, exigindo uma rota segura para a vanguarda, no setor.

................................................................................................................................

Abaixo estão indicadas as mais recentes inclusões na edição virtual de "O Brasil e o mar no Século XXI [ ... ]":

- o Cap. VIII - Marinha Mercante, atualizado até NOV 2013 (2ª atualização)

- o Cap. IV - Energia dos Oceanos, atualizado até JAN 2014 (2ª atualização); e

- o Cap. XVI - Biotecnologia Marinha, atualizado até MAR 2014 (2ª atualização). 

 

        

Foto dos integrantes do Cembra, por ocasião da 36ª CE. realizada na Diretoria de Hidrografia e Navegação 

 

 

Lançamentos da 2ª edição de "O Brasil e o Mar [ ... ]"

   

Rio Grande
FURG

Rio de Janeiro
COPPE/UFRJ

 Fortaleza
LABOMAR/UFC

 

 

contador
Tuesday the 16th. Joomla 2.5 templates.